Sabermídia











Para quem se esqueceu do contexto que vive Oaxaca, ai esta um sinal de como se encontra a situação do povo oaxaquenho. Oaxaca hoje, esta sobre estado de sítio, não podendo ser livre a circulação de seus habitantes, e como em Chiapas, as mulheres mais uma vez vem sendo o alvo dos paramilitares e militares do governo mexicano.

Ao resto do planeta: SOLIDARIEDADE!

Justiça para nossa irmã Marcella Sali Grace!

Irmãos e irmãs

Nossos corações estão cheios de tristeza e raiva porque nossa irmã Sali foi estuprada e assassinada brutalmente a 20 minutos de San José del Pacífico e até o momento a procuradoria de Oaxaca, como é de costume, não está fazendo nada apesar de existirem testemunhas que fornecem indícios para identificar os responsáveis.

Marcella Sali Grace nasceu nos Estados Unidos, com um coração grande e solidário com as causas justas; tinha muitas amigas e amigos porque sempre estava disposta a ajudar, assim como com seus dotes de artista pintava uma manta ou uma parede, ou dançava sua dança árabe para conseguir fundos para a luta, ou fazia seus shows com bandas punks, ou dava seus cursos de defesa pessoal pessoal para mulheres pois conhecia muito bem como os homens as assediam. Essa era uma de suas lutas: para que as mulheres fossem livres e respeitadas. Sali estava tão comprometida com a luta que foi observadora internacional de irmãos e irmãs que estão sendo hosilizadas pelo mal governo de Ulises Ruiz Ortiz.

Desgraçadamente nesse 24 de setembro foi encontrado o corpo de uma mulher com as características físicas de Sali, em uma cabana desabitada a vinte minutos do povoado de San José del Pacífico, quando um habitante foi alimentar alguns cachorros que viviam ali, e lhe impressionou um odor fétido que provinha de tal cabana. Foi quando avisou às autoridades municipais. Foi feita a busca do corpo, que se encontrava já em decomposição; depois de tal empreitada, nenhuma informação mais foi dada à população.

No dia anterior foi dado um aviso à companheira Julieta Cruz (que tinha conhecimento que Sali se dirigia para tal lugar), que uma jovem estrangeira se encontrava no anfiteatro de Miahuatlán, para onde ela se dirigiu e reconheceu o corpo de Sali devido a suas tatuagens, já que seu rosto estava irreconhecível. A companheira supõe que devido a queimaduras (pois não se explica por que o resto do corpo tem danos visivelmente menores). Quanto pedimos o número do processo nos foi negado, assim como os resultados da necrópsia, argumentando que por não sermos familiares da pessoa não poderíamos ter acesso a nenhuma informação.

Devido ao trabalho solidário com a luta popular do povo de Oaxaca, de outras lutas do mundo e contra o racismo na fronteira do México com os Estados Unidos, em diversas ocasiões e a diferentes pessoas, Sali comentou que em Oaxaca, datas recentes sofreu perseguição política e vigilância. Isto nos faz pensar que seu covarde assassinato tenha relação com a repressão generalizada aos movimentos sociais e dirigida particularmente a observadores/as internacionais. Por isso mesmo não descartamos que os mentores do crime sejam os mesmos que ordenam a repressão contra o povo de Oaxaca que luta por justiça e liberdade.

Frente a estes atos sangrentos, e pela brutal crueldade que fizeram à companheira Sali, não deixamos de lado que pode ser uma clara mensagem dirigida a todo o povo de Oaxaca, assim como aos companheiros solidários de diferentes partes do mundo; isto dizemos baseado nas recentes notícias que estão circulando a nível nacional e internacional, que ‘os appistas que mataram o jornalista norte-americano Bradley Roland Will’ e como não existe justiça em Oaxaca, nos preocupa a distorção da informação que poderia interferir na busca de uma verdadeira justiça para nossa companheira e a já evidente lentidão burocrática com que estão tratando o caso as autoridades atualmente implicadas na investigação.

Ante estes lamentáveis fatos EXIGIMOS:

Agilização imediata das investigações.

O esclarecimento imediato dos fatos.

Castigo a assassinos e mentores intelectuais.

Justiça para nossa irmã Marcella Sali Grace!

Basta de assassinatos, violência e ódio contra as mulheres que lutam por justiça!

Pedimos sua adesão (no endereço eletrônimo indicado) a essa exigência de justiça e para integrar as atividades urgentes para exigir o esclarecimento de tais covardes fatos.

Banda em que Sali era vocalista:

Cizaña: http://www.myspace.com/cizanatucson

rebeldiasentrelazadasNOSPAM@NOSPAMyahoo.com
Información: (01 951) 5178190 CIPO
Assinam:
Encuentro de Mujeres Oaxaqueñas “Compartiendo Voces de Esperanza”
Colectivo Mujer Nueva
Consejo Indígena Popular de Oaxaca Ricardo Flores Magón
Voces Oaxaqueñas Construyendo Autonomía y Libertad
Colectivo Tod@s Somos Pres@s
Encuentro de Jóvenes en el Movimiento Social Oaxaqueño



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera
%d blogueiros gostam disto: